Translate

15 de abril de 2015

Inspiration - 365 dias de #BringBackOurGirls

Passados 365 dias do rapto de 270 meninas de uma escola Nigeriana ( e que fez correr muita tinta), o que é que aconteceu com elas?...

O mundo "acordou" para a realidade DELAS. Para o seu sofrimento, para as suas lágrimas, para o roubo da simples liberdade de serem mulheres. Mulheres dignas.  Criou-se o movimento #bringbackourgirls e mulheres de todo o mundo manifestaram o seu pesar, mas acima de tudo a sua união e um profundo sentimento de igualdade para com elas. 
Enquanto sociedade ocidental, deveríamos estar todos envergonhados. Passado 1 ano, 57 raparigas tentaram de alguma forma fugir, mas nenhuma conseguiu. Nunca, nenhuma das 270 mulheres voltou e segundo algumas notícias, foram afastadas umas das outras e obrigadas a casar com os militares da Boko Haram. Mas não são as únicas. Segundo dados da UNICEF, no ano de 2014, 2.000 crianças foram raptadas das suas famílias e das escolas primárias que frequentavam. Só em Março de 2015, 500 meninas e mulheres foram mortas pelo mesmo grupo radical. E a sociedade? Nas primeiras semanas foram enviadas tropas de países como os E.U.A, Canadá, Israel ou Inglaterra. Três meses depois, os E.U.A, retiravam os cerca de 80 militares do país alegando que não tinham mais nenhuma ideia de como as poderiam resgatar. Sim, os E.U.A responderam desta forma... 

Não há muito que possamos fazer, mas não esquecê-las com o tempo, é obrigatório e o primeiro passo. Porque não estamos a falar só por estas crianças. Estamos a falar pelas 800.000 crianças que de alguma forma já sofreram com este movimento.


Se conseguimos juntar-nos em Paris para sermos todos Charlies, haveremos de conseguir juntar-nos e sermos todos #nigerianchildren. 




With Love, Ana Rosina

Sem comentários :

Enviar um comentário

Pin It button on image hover