Translate

6 de dezembro de 2014

Inspiration - Os manos

Gosto deles. Gosto muito. Somos do género tudo o nada. Temos um relação de 8 ou 80. É permitido dizermos tudo deles, mas não ouses meter-te porque nós pegamos nas nossas armas de irmandade (juro, as irmandades dos manos existem!) e estás feito num oito.  Nós somos tão diferentes em tantas coisas mas tão iguais noutras tantas. Não gostamos de coisas "mornas". Para nós, o morno não aquece, não faz vibrar, não acolhe, não acalma, não dá força, não faz andar para a frente. É coisa que transborda , intensa e verdadeira. Nós aprendemos, nós ensinamos. Alojamo-nos no nosso melhor e pior, no certo e no errado, na dor e no ânimo, nas conquistas e nos tropeços,  na clareza e na nebulosidade da vida. Estão ali... Não te deixam! Voltamos sempre uns para os outros. 
Brigamos, gritamos, brincamos, sorrimos, gargalhamos, apertamos, "beijocamos", trocamos confidências, mantemos segredos, escondemos outros tantos, amamo-nos... Amamos sempre, em qualquer uma destas situações. Estamos para tudo, com tudo, sempre. Sempre! Tenho dois. Um rapaz protector, uma rapariga para proteger!... Estou a meio, protejo os dois. Sou protegida!

São eles! Sempre, em qualquer altura, eles! Os manos! 


With Love, Ana Rosina

Sem comentários :

Enviar um comentário

Pin It button on image hover