Translate

sábado, novembro 22, 2014

Inspiration - Duquesa de Alba

A maioria recorda-se de uma senhora com um aspecto muito semelhante a um babuíno-sagrado de pêlo branco mas - piadas à parte - María del Rosario Cayetana Alfonsa Fitz -James Stuart y de Silva conhecida como Duquesa de Alba, foi um bocadinho mais do que uma senhora que passeava títulos numa plástica mal conseguida. 
Está no livro do Guinness como membro da nobreza com mais títulos nobiliárquicos da nobreza europeia. É duquesa, marquesa, condessa, viscondessa, condessa-duquesa e contestável. Apesar destes títulos todos era a duquesa do povo, uma aristocrata de rua que e fazia questão de demonstrá-lo em cada aparição pública.
Tinha um gosto exímio pela arte e pela cultura, e casou 3 vezes, uma delas com um antigo padre Jesuíta! Avant-garde na sua época, excêntrica, espontânea, rebelde, coleccionadora de arte, foi uma figura icónica com um estilo muito próprio. Gostava do estilo jovem, colorido e extravagante. Era uma mulher muito à frente para o seu tempo e tentava conjugar a as tradições com o vanguardismo da qual era adepta.
Fazia o que queria, como queria, onde queria, não dava qualquer importância ao que era dito sobre ela e demonstrava-o sem qualquer receio, defendendo que a personalidade era a maior característica de estilo. Que assim devia ser para todos.
Era carinhosamente chamada de Cayetana e queria que o mundo aprendesse que deveria viver como sentia. Porque ela fê-lo! Como epitáfio elegeu: "Aqui jaz Cayetaba, que viveu como sentiu."







With Love, Ana Rosina

1 comentário :

  1. O que a maior parte de nós. .humanos. , não consegue fazer

    ResponderEliminar

Pin It button on image hover