Translate

6 de abril de 2014

Inspiration - E não é que eu sou uma pank?

Eu não sou um tia solteirona. 

Eu sou uma PANK!

Não, não há nenhum engano na escrita - é mesmo pank em vez de punk. (Porque desse punk só tenho mesmo o gosto pelo preto.)
E perguntam-me, o que é uma pank?

PANK: Professional Aunt No Kids!


(É uma "Tia Profissional Sem Filhos")

Tia: Check
Profissional: check
Sem filhos: check


Parece que somos o mais recente grupo demográfico mundial. Mulheres na casa dos trinta, solteiras, sem filhos, dedicadas ao trabalho, profissionais, que gostam de actividades domésticas,  lifestyle e fashion loversfull addicted aos sobrinhos, afilhados ou aos filhos das amigas "Aunt by Choice",  que percebem tudo de psicologia infantil (ou pelo menos assim o acham), e que adoram adornar e passear com aqueles seres fofos e divertidos a quem só falta colocar um selo colado à testa a dizer "Pertença da "tia" que vai aqui ao lado a babar!" 
Não têm nada a ver com a solteirona que ficou para tia! É basicamente uma tia contemporânea que por acaso até é solteira. São uma revolução contra a tia solteirona estereotipada. São uma nova cultura e os miúdos adoram. 
As vantagens das panks são muitas. Para os pais, mas especialmente para as crianças. Não são chatas, rabugentas, frias e mal dispostas com a vida, mas sim as melhores amigas, as confidentes, as cúmplices! Estão para tudo, com tudo! Sufocam os sobrinhos com amor, conselhos e... presentes! Muitos presentes! São as cuidadoras secundárias, com dons emocionais e materiais de primeira - para não mencionar no tempo de qualidade e influência positiva que exercem sobre eles. São o porto seguro e o apoio quando a asneira que fizeram é grande e precisam de alguém do tamanho dos pais para apoiá-los! São os adultos "fixes" a quem podem contar aqueles segredos inconfessáveis aos pais. Não têm que lidar com questões de parentalidade difíceis, mas estão perto o suficiente para serem âncoras emocionais. Desfrutam de uma relação única, leve, divertida e séria. Transcendem a biologia e são a prova de que não é necessário ser biologicamente e directamente relacionado para que se possa amar! Somos a caixa de ressonância daqueles corações!

Na verdade, não é tão difícil ser uma Pank. Os requisitos para tal são bem básicos.

Só têm que amá-los! Como se fossem vossos!.... 

(E isso não é tão complicado assim, pois não? :-)  )

I’m totally a PANK!

E eu sei que há muitas mais por ai!
Dream Door 24 by Ana Rosina; PANK

With Love, Ana Rosina



Sem comentários :

Enviar um comentário

Pin It button on image hover