Translate

domingo, abril 21, 2013

Inspiration - " Escrevo para ti que pensas que tenho uma vida perfeita "

Este texto podia ser meu! Completamente meu...



"Escrevo para ti, que achas que tenho uma vida perfeita. Vens aqui, deixas-me contar-te alguns segredos que talvez nem sejam tão secretos assim. Não sei por que motivo nós temos a sensação de que a relva do vizinho é mais verde, que a vida do outro é mais interessante, movimentada, feliz. todos nós temos lá as nossas glórias e deslizes.
Durante muito tempo tive um grave problema para aceitar quem eu era. Talvez fosse medo, cobardia, insegurança. Talvez fosse um sentimento sem nome. Talvez fosse esta minha fome exagerada de viver. O facto é que as minhas escolhas dizem quem eu sou. E hoje, com mais de 30, sinto-me segura ao dizer que fiz certo o que muitos pensaram que era errado.
Eu já sofri muito com os "desamores". Apaixonei-me por pessoas erradas, perdi-me de mim, culpei pessoas por uma infelicidade que morava no meu peito. Que tontice, o que é nosso é nosso, é maldade jogar nas costas do outro uma coisa que te pertence.
Sofri bullying na escola quando era pequena. O meu rosto cheio de sardas eram motivo de piadinhas fora de hora. Depois eu superei. Perdi alguns amigos, fiz outros. No meio disto tudo descobri que mesmo o teu melhor amigo um dia vai te magoar e deixar-te na mão. Faz parte da vida, do aprendizado e da construção da personalidade, afinal, nós um dia vamos precisar de entender que ninguém é perfeito.
Já me desentendi com familiares e depois de anos fiz as pazes. Já bati muito com a porta do meu quarto, quando ainda morava com meus pais. Já briguei com eles por motivos fúteis. Já fui mal educada, já fui idiota, já foram idiotas comigo. E sobrevivi mesmo assim.
Gastei algum dinheiro em psicólogos e descobri que faz bem e é bom. Mas também percebi que ninguém, ninguém mesmo, salva-te. És tu e tu mesmo. Precisamos sim, urgentemente de aprender a conviver com todos os fantasmas que habitam na nossa morada interna.
Já quis ser muitas coisas, hoje quero apenas ser quem eu sou e ainda assim me divertir. A vida é muito curta para ficar de cara amarrada e arranjar problemas em cada esquina. Quero mais é ser leve. E livre!
Aprendi que a vida fica bem mais colorida depois que realizamos um sonho. E que sonhos são muito, muito poderosos. Se acreditarmos e batalharmos, eles acabam por acontecer, por mais que demore anos!...
Hoje posso dizer que descubro-me cada vez mais. E agradeço por isso. Precisamos nos descobrir todos os dias, de alguma forma, por outro ângulo. Acredito que tudo tem solução, que sempre tem uma saída, que sempre existe uma perspectiva. E acho que isso dá-me força para seguir em frente quando encontro algum obstáculo. Sei que nada vem de graça, mas acredito que ainda existe uma certa bondade nas pessoas, basta procurarmos o melhor delas.
Não sou rica, mas vivo bem. O meu saldo às vezes fica no vermelho, depois rosa, azul, verde! É um arco-íris! 
Já magoei e magoaram-me. Já perdi quem era importante na minha vida. Já perdi o meu protector. Já enfrentei doenças e tragédias na minha família. Já pensei que fosse morrer mais do que uma vez. Luto diariamente contra um Síndrome do Pânico, mas entendo que certas coisas acontecem apenas para mostrar o quanto somos valentes. É por isso que não reclamo, aceito e entendo que um dia as coisas vão melhorar..."


C. Corrêa 


With Love, ***

Sem comentários :

Enviar um comentário

Pin It button on image hover