Translate

sábado, setembro 29, 2012

Inspiration

"Existe quem encara tudo com uma seriedade absurda. Devíamos rir mais da vida e das desgraças. É claro que às vezes a coisa enrosca, aperta, complica, pesa. Mas temos que saber dar a volta por cima, rir, rir, rir. Rir absurdamente. Rir desajeitadamente. Rir escandalosamente. Inventar um riso e rir para ele. Inventar um riso e rir dele mesmo. 
Inventar e rir de si mesmo!...
Intrigas dão rugas. Infelicidade deixa o coração destroçado. Existe quem não compreende um momento. E essa falta de compreensão vira inveja. E inveja não é coisa boa para levar ao peito. Eu já senti (quem não sentiu levante o dedo), mas hoje sei que ser eu é tão bom. E tão louco! Mas eu entendo-me comigo - e assim sigo. Envergonho-me de poucas coisas. Orgulho-me de muitas, principalmente de me aceitar como sou e ainda assim ser feliz. Sem medo nem vergonha!
Hoje o que vejo são pessoas desesperadas por uma gota de amor, atenção, carinho. Por isso, endurecem. Criam escudos, vivem uma vida falsa com sorrisos falsos. Mas quando deitas a cabeça na almofada sabes que estás só, que falta alguma coisa, que sobra sentimento escuro e falta aquele sentimento claro, nobre, bom, que preenche os vazios e enche a casa - e o estômago - de borboletas coloridas...
Demoramos, mas aprendemos: existem os que só sugam e os que só procuram quando precisam. É preciso ter mais leveza para viver. E mais força para aceitar o que os dias nos trazem. Cada um sabe o que sente e como sente. Existe muito sentimento bom por aí. Agarre um pela mão e seja feliz, ao invés de ficar a se lamentar."

Clarissa Corrêa


By Anton Jankovoy ... Maharashtra, Paradise Beach, India 2011

With Love, ***

Sem comentários :

Enviar um comentário

Pin It button on image hover