Translate

quarta-feira, junho 13, 2012

Inspiration - "Canção da Cidade Adormecida"



Diz-me tu ó cidade...
Em que sonhos no teu ventre guardas
Essas capas de liberdade,
Se na revolta da mocidade
Não há cavalos nem espadas!

Diz-me tu ó cidade
Em que desenganos me embalas?
Se adormecendo a saudade,
Lhe vais roubando a eternidade
Que cruelmente me calas!

Diz-me então ó cidade...
Porque desarrumas meu peito?
Se nasce em mim o teu rio,
Que espera que passe um navio
De sonhos e mágoas refeito...


Eduardo Filipe 

With Love, ***

Sem comentários :

Enviar um comentário

Pin It button on image hover