Translate

13 de maio de 2012

Inpiration - " De que tamanho é o mundo? "

"É só para mim que o mundo às vezes parece grande demais? Uma hora as coisas pesam, começamos a pensar no depois, no futuro, no mais para frente. Sei que não tenho uma bola de cristal nem posso prever como vai ser o andamento de tudo, mas eu queria alguma certeza escondida no canto da boca.

Pergunto-me se vai ser isto, se é isto que quero para mim. Acho que chegamos a um ponto crucial em que preocupa-mo-nos o que estamos afinal de contas a fazer neste mundo. Será que é o suficiente? O meu trabalho muda alguma coisa na humanidade? Até que ponto a publicidade influência a vida das pessoas? Até que ponto a moda influência a vida das pessoas? Sei lá, vejo tanta gente a passar fome, necessidade, doente, a precisar de ajuda, de medicação, de transplante e pergunto-me se não somos fúteis demais preocupando-nos com a porra da unha que descascou.

Eu podia ser melhor. Uma pessoa melhor, filha melhor, irmã melhor, tia melhor, sobrinha melhor, mulher melhor. Sinto que não sou boa o suficiente, que não faço o suficiente para o mundo. Nós sempre queremos mais. Porquê, então, não fazemos mais? O ser humano só quer, quer, quer. E a doação onde fica? E a compaixão? E a acção? Acho que todos nós podíamos fazer mais. Além do teu trabalho, o que é que fazes? O que fazes efectivamente para melhorar o mundo e as pessoas? Acho que nos falta colocar a mão na consciência. Não adianta tapar o sol com a peneira e fingir que não se vê. Precisamos encarar as coisas de frente. Tu precisas te encarar de frente.


Tem o amor!
 Pelos outros, pela gente. Acho que quando amamos tudo é "resolvível". Achas que tenho uma visão romântica demais das coisas, não é verdade? Mas acredito mesmo nisto! Acho que o amor modifica-nos. As relações não são fáceis, não. É uma luta diária. Mas o importante é não quereres sair dela jamais. O amor é bem mais que dizer "eu amo-te". Cada um ama da maneira que sabe, que aprende, que vai descobrindo. E essa é a grande beleza de tudo!


Acredito que vai ser para sempre. Se não acreditarmos, qual é a graça em amar? Eu sonho em ter uma vida contigo. Não é aquela vida de novela, mas uma vida de carne, osso e problemas. Porque todos têm problemas, é claro que sim. O amor é totalmente imperfeito, vivemos a aparar arestas e isso é comum, normal. Anormal é ser tudo sempre um grande mar de rosas cheirosas e sem espinhos!


A verdade é que morro de medo de não conseguir fazer tudo aquilo que eu quero. De não saber ser uma pessoa melhor, menos imperfeita. Morro de medo de te perder. Sabes, se nós nos perdermos eu nem sei. É que descobri-me e ganhei uma parte de mim de volta quando te conheci. Não sei dizer o quanto eu amo-te. 
O amor não cabe no meio das letras: ele ocupa um espaço inteirinho dentro do coração. E isso faz a minha vida muito mais feliz!"




Sem comentários :

Enviar um comentário

Pin It button on image hover